Caminhos

Caminhos da ORL

Iniciativa: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial

ABORL-CCF

 

Otologia

 

Conheça melhor as áreas de atuação da Otorrinolaringologia

Você sabe o que é o Teste da Orelhinha?

Você sabe para que serve a cera no seu ouvido?

O que causa a surdez?

Você sabe por que tem tontura?

Com que idade começamos a perder a audição?

1,5 milhões de brasileiros sofrem de perda auditiva causada pelo som alto dos mp3

 



Conheça melhor as áreas de atuação da Otorrinolaringologia:
 

Oto

 

Os ouvidos são um importante instrumento do corpo humano e precisam de cuidados especiais. Responsáveis pela nossa audição, estes órgãos requisitam alguns cuidados básicos para evitar a surdez.
 

Por isso, fique de olho em alguns sintomas que podem indicar problemas com seus ouvidos, como zumbido, sensação de ouvidos tampados, tonturas e perda auditiva unilateral ou bilateral, dores, coceira, secreção, sangramento, atraso no desenvolvimento da fala e da linguagem e até paralisia da face.
 

Esses sintomas podem indicar doenças imunológicas, perfuração da membrana do tímpano, otite, labirintite, problemas na circulação dos ouvidos ou do cérebro, doenças neurológicas, trauma acústico e até tumor no nervo auditivo, entre outros males.
 

As crianças merecem atenção redobrada, pois são cada vez mais comuns os problemas auditivos nos pequenos. Por isso, não deixa de fazer o Teste da Orelhinha nos recém-nascidos e, ao notar qualquer sintoma, procure um médico otorrinolaringologista.
 

Topo

 



Você sabe o que é o Teste da Orelhinha?
 

A Triagem Auditiva Neonatal Universal, ou Teste da Orelhinha, é um exame obrigatório que identifica a surdez logo que a criança nasce e deve ser feito em recém-nascidos com até um mês de vida.
 

Este diagnóstico precoce possibilita o início rápido do tratamento adequado para que a criança desenvolva a linguagem e aprenda a se comunicar por meio de fonoterapia, próteses auditivas ou implante coclear.
 

Por isso, antes de seu filho completar um mês de idade, procure um médico otorrinolaringologista e peça a ele o Teste da Orelhinha.

Topo

 



Você sabe para que serve a cera no seu ouvido?

 

A cera no ouvido não serve apenas para que você tenha que limpá-la. Com o objetivo de proteger, o cerume dificulta o crescimento de bactérias e impede o acúmulo de água estagnada na parte interna da orelha.
 

Na maioria das pessoas, o corpo elimina naturalmente a cera produzida, mas em casos de canal muito estreito ou produção elevada, pode prejudicar a audição.
 

Nessas situações, no entanto, não tente limpar seu ouvido com cotonetes ou outros objetos pontiagudos, como canetas, grampos e lápis. As principais formas de limpeza são a lavagem, aspiração e curetagem, que devem ser feitas por um profissional.
 

Assim, antes de cutucar seu ouvido, procure um médico otorrinolaringologista e faça um limpeza segura.

Topo

 



O que causa a surdez?

 

A audição é o sentido responsável pela captação de sons do ser humano, e por isso é essencial para o nosso bem-estar. Mas você cuida da sua audição?
 

O zumbido no ouvido é um dos principais sintomas de que há algo errado com as estruturas da orelha e a perda auditiva se dá por inúmeras causas, como a exposição a sons muito altos durante longos períodos.
 

Além disso, pouco pode ser feito para reverter a surdez, mas há muitas formas de preveni-la. Fique de olho nas nossas dicas e veja como está a sua saúde auditiva:
 

  • - Você tem necessidade de gritar para ser ouvido(a) nos ambientes que você frequenta?
  • - Você ouve zumbidos ou fica com a sensação de ouvidos cheios após a exposição a sons intensos?
  • - Os seus amigos ouvem o som que sai dos fones do seu mp3?
  • - Você sente perda de audição depois de se expor a sons muito altos durante longos períodos?
     

Se você já se viu nesse tipo de situação ou já teve algum desses sintomas e está em dúvida sobre a sua audição, procure um médico otorrinolaringologista e garanta a saúde dos seus ouvidos.

Topo
 



Você sabe por que tem tontura?

 

Entre as queixas mais comuns nos consultórios dos otorrinolaringologistas, a tontura é um sintoma de que algo não vai bem no nosso corpo e geralmente vem acompanhada de náuseas, vômitos, zumbido e até perda de audição.
 

Além disso, a falta de equilíbrio pode diminuir a produtividade e levar à incapacidade, interferindo diretamente na qualidade de vida do ser humano.
 

Conheça algumas causas da tontura:
 

  • - Alterações nos nervos que ligam o ouvido ao cérebro;
  • - Distúrbios do ouvido interno;
  • - Distúrbios visuais;
  • - Diabetes;
  • - Pressão Arterial.
     

Por isso, fique de olho e, na dúvida, procure um médico otorrinolaringologista e garanta a sua melhor saúde.

Topo

 



Com que idade começamos a perder a audição?

 

A perda da audição parcial ou total pode começar aos 45 anos de idade, mas depende de cada indivíduo e faz parte do envelhecimento do ser humano.
 

Com o passar dos anos, no entanto, o processo de surdez gradativa pode prejudicar a fala e levar o idoso à exclusão social e, inclusive, à depressão.
 

Por isso, não deixe de procurar um médico otorrinolaringologista e comece o tratamento o quanto antes com aparelhos auditivos para uma melhor qualidade de vida.

Topo

 



1,5 milhões de brasileiros sofrem de perda auditiva causada pelo som alto dos mp3
 

Associação Brasileira de Otorrinolaringologia alerta sobre as doenças relacionadas ao uso incorreto de aparelhos sonoros

 

Cerca de 20% da população sofre com problemas de zumbido. No Brasil, isso significa algo em torno de 30 milhões de pessoas. Entre as principais causas que contribuem para o aumento deste número está o volume alto dos mp3 players. Segundo dados da OMS, pelo menos 5% foram causados pelo mau uso destes aparelhos.
 

Por isso, a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial promove a campanha “Caminhos da Otorrinolaringologia”, a fim de informar e conscientizar sobre os principais cuidados com o ouvido, nariz e garganta, bem como as principais doenças que acometem esses órgãos tão importantes para o nosso corpo.
 

De acordo com especialistas da ABORL-CCF, o   limite máximo permitido de exposição a sons, inclusive pela legislação brasileira, é de 85 decibéis. A partir daí há risco de perda auditiva, que irá depender da intensidade do som (volume), tempo de exposição e sensibilidade de cada indivíduo. Assim, quanto maior a intensidade, maior a chance de se desenvolver surdez mesmo que a exposição seja por um período menor.
 

A surdez relacionada à exposição a sons intensos é cumulativa, ou seja, uma vez cessada a exposição ao ruído, a perda de audição estaciona, porém não regride. Além disso, outros sons comuns no dia a dia podem causar danos a saúde auditiva, caso a intensidade sonora em decibéis seja superior ao indicado.
 

Deixar o volume do tocador de mp3 na metade do volume máximo do aparelho, ficar atento para que o som saído dos fones não seja ouvido pelos amigos ao redor,   evitar permanecer muitas horas seguidas ouvindo mp3 e b uscar ajuda médica a qualquer sinal de alteração da audição são dicas simples, que contribuirão para a proteção do ouvido e manutenção da saúde auditiva.
 

Topo

 

 

 

Caminhos da ORL
© Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial - 2017 - Todos os direitos reservados
GN1